CIRURGIA REFRATIVA LASER

Se você convive com algumas dessas patologias como miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia e está cansado de usar óculos ou lentes de contato, a cirurgia refrativa pode ser um método ideal para corrigir ou melhorar a sua visão.

SINTOMAS

A é indicada para quem possui erros de refração como:

Miopia: pessoas com miopia possuem um “olho mais longo”, que faz com que a imagem se forme antes da retina. Isso causa a dificuldade de enxergar de longe;

Astigmatismo: quem tem astigmatismo não vê bem o que está na vertical ou na horizontal, causando a vista embaçada e um ponto a mais de foco;

Hipermetropia: geralmente “olhos pequenos”, que fazem que a imagem se forme depois da retina, causando a dificuldade em enxergar de perto.

Presbiopia: Este erro refrativo é causado pela perda da capacidade de acomodação do cristalino. Esta deficiência ocorre normalmente em torno dos 40 anos de idade causando a vista cansada.

Ainda tem dúvidas?

Envie suas perguntas para o
Dr. Vinicius Pereira

Solicite uma ligação

Assim que recebermos
seu contato, ligaremos
para você

{{data = '<h5>Benefícios</h5> <p>A satisfação com a moderna cirurgia refrativa é muito alta, e as complicações são raras. A maioria dos acientes adquire independência de óculos ou lentes de contato. <br/></p> <h5>Condições e requisitos para a realização da Cirurgia Refrativa:</h5> <p>Na avaliação pré-operatória são realizados vários exames complementares para determinar se o paciente poderá submeter-se à cirurgia refrativa a laser. As condições necessárias para um resultado bem sucedido são:</p><ul><li>​Estar motivado para operar;</li><li>Ter idade mínima de 18 anos;<br/></li><li>Ter a refração estável nos últimos 12 (doze) meses;<br/></li><li>Não apresentar contra-indicações nos exames clínicos e complementares;</li></ul><p><img class=\"ta-insert-video\" src=\"https://img.youtube.com/vi/CKdHzehDa18/hqdefault.jpg\" ta-insert-video=\"https://www.youtube.com/embed/CKdHzehDa18\" contenteditable=\"false\" allowfullscreen=\"true\" frameborder=\"0\"/>​</p> <h5>​Técnicas de Cirurgia Refrativa:</h5><p>As técnicas de cirurgia refrativa mais utilizadas são: PRK, LASIK. Todas as modalidades são realizadas sob anestesia local (gotas) e em nível ambulatorial, ou seja, sem a necessidade de internação.<br/></p> <h6>​Cirurgia Refrativa a Laser – Lasik</h6> <p></p><p>Inicialmente, faz- se o procedimento de anestesia tópica (colírio);</p><p> Em seguida, o cirurgião faz um “Flap Corneano” e logo após aplica-se o laser para correção visual;</p><p> Aproximadamente 04 (quatro) horas após o procedimento cirúrgico, o paciente perceberá a melhora da sua visão.</p><h6>​Cirurgia Refrativa a Laser – PRK </h6> <p>Inicialmente, faz-se o procedimento de anestesia tópica (colírio);</p><p>Em seguida, retira-se o epitélio da córnea com a espatula. </p><p>Logo em seguida, o cirurgião aplica  o laser para corrigir o erro de refração (grau);<br/>Após o procedimento, é colocada uma lente de contato terapêutica, por aproximadamente 05 dias; <br/>Com esta técnica cirúrgica a recuperação da visão ocorre de forma gradual, isto é, durante os primeiros 10 dias; </p> <h6>Como é o pós-operatório da cirurgia refrativa?</h6> <p>Após a cirurgia refrativa, é comum sentir um incômodo, assim como em qualquer outro procedimento cirúrgico. É comum que na primeira semana sejam sentidos desconfortos, principalmente quando a técnica escolhida é a PRK. Já no LASIK, o desconforto é mínimo.</p><p><b>1 dia:</b> Quando a técnica é a LASIK, é possível voltar a dirigir cerca de 24 horas após o procedimento, porém apenas após uma avaliação pós-operatória para assegurar que já é possível fazê-lo com segurança;<br/><br/><b>1 semana:</b> nesse período são liberadas atividades que não envolvam contato físico ou exposição ao cloro;<br/><br/><b>2 semanas:</b> a pessoa já pode voltar a praticar esportes que exijam contato físico com pessoas e objetos.<br/><br/><b>4 semanas: </b>a pessoa já pode frequentar a praia, piscina, cachoeiras, lagos, lagoas e rios.<br/></p>';''}}
Solicite uma ligação

Assim que recebermos
seu contato, ligaremos
para você

Dúvidas Frequentes
É importante o paciente saber que todo procedimento cirúrgico tem riscos. Porém, no caso da cirurgia a laser, o grau de risco é extremamente baixo. O equipamento de laser tem recursos tecnológicos que o tornam um dos mais seguros e precisos da atualidade.
A vista cansada ou presbiopia é a perda natural e progressiva da capacidade do olho em focalizar objetos. A vista cansada acontece normalmente a partir dos 40 anos, porque com o passar do tempo, o cristalino (a lente interna do olho) perde a flexibilidade necessária para o ajuste do foco. Desta maneira, pessoas que nunca usaram óculos passam a necessitá-los para leitura e pessoas que já os utilizavam, muitas vezes, necessitam de óculos multifocais. As únicas pessoas que não precisam de óculos de leitura após os 45 anos são os míopes, poís estes têm o foco da visão naturalmente para perto.
O astigmatismo distorce e torna nublada a visão a qualquer distância. Grande número de casos de astigmatismo são congênitos (se nasce com ele) e permanecem sem se modificar durante a vida. Astigmatismos pequenos são comuns e podem aparecer em qualquer período da vida, não sendo necessário usar óculos ou lentes de contato, a menos que tragam sintomas. Os óculos para astigmatismo podem, em alguns casos, distorcer a imagem periférica e trazer sintomas de adaptação dos óculos (tontura, enjoo, sensação de estar andando numa ladeira). Existem lentes e cirurgia a laser que melhoram a visão da pessoa com astigmatismo.
A diferença de tamanho do globo ocular torna difícil a focalização de objetos próximos de forma clara, na retina. A hipermetropia é bastante comum em crianças e, com o crescimento dos olhos, pode desaparecer. A hipermetropia é corrigida com óculos de grau, lente de contato ou, em determinados casos, com cirurgia a laser.
Miopia é uma condição na qual o olho é incapaz de enxergar à distância com clareza. Isso é devido ao formato do olho míope, em que a imagem se forma antes da retina. É normalmente tratada com óculos de grau, lentes de contato ou cirurgia a laser. As lentes corretivas não curam ou revertem a miopia, mas sim, compensam o erro de refração, fazendo com que a imagem foque sobre a retina.
A cirurgia refrativa proporciona para o paciente: Mais conforto; Não há necessidade de tampão ou curativo; Não há necessidade de pontos; Anestesia com colírio; Não há necessidade de internação; A duração média da cirurgia é de 15 minutos, mas a aplicação do laser é somente alguns segundos, de acordo com o grau a ser tratado; A pessoa poderá trabalhar no dia seguinte à cirurgia, dependendo das condições do ambiente de trabalho (sem poluição) e se sentir apta às atividades. Há casos em que óculos ou lentes de contato continuam sendo o melhor recurso. Em torno de 5% dos casos pode haver grau residual, que necessita nova aplicação de laser.
Sim, é possível voltar às atividades de trabalho e do cotidiano já no dia seguinte, desde que o ambiente não seja poluído ou contenha partículas em suspensão no ar. É importante saber que pode haver certa dificuldade visual com o olho operado.
Com a cirurgia a laser pode-se operar miopias de 0,75 até 12 graus. Existem outras técnicas que poderão ser aplicadas em graus maiores.
Se o intervalo entre a cirurgia de um olho e outro for grande, é necessária a troca da lente dos óculos de grau por uma lente sem grau para o olho que estiver operado ou utilizar lentes de contato provisoriamente no olho não operado. O uso de óculos escuros de boa procedência, proporciona maior conforto no pós-operatório.
Sim. Tanto o astigmatismo puro quanto o combinado com a miopia, dependendo do grau, traz bons resultados. Porém, o médico fará a avaliação precisa considerando o grau, a espessura e outras medidas da córnea.
É o procedimento que tem como objetivo corrigir erros refrativos (miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia) para reduzir ou eliminar a necessidade do uso de óculos e lentes de contato. A cirurgia pode ser feita pela aplicação de diferentes técnicas cirúrgicas. As mais utilizadas são o LASIK e o PRK.
Com o equipamento de laser de última geração, é possível operar até 6,0 graus, principalmente se estiver associado a astigmatismo negativo. Em graus antes impossíveis de operar como +6,00 – 4,00 x 180°, hoje temos excelentes resultados. No entanto, tudo depende de outros exames pré-operatórios.

Agende agora mesmo um horário com o Dr. Vinícius Pereira


Cuide da sua visão e veja a Vida de forma Diferente! Prevenir é a melhor solução contra Imprevistos!